A Ordem dos Músicos do Brasil foi criada em 1960 pela Lei Federal 3857/60 , pelo então Presidente Juscelino Kubitscheck, tirando da informalidade os músicos que atuavam no país. Antes disso, a atividade do músico não era reconhecida pela sociedade como exercício profissional, sendo estes considerados apenas diletantes da arte. A partir de então, toda a classe musical, onde se incluem os instrumentistas, cantores, arranjadores, compositores, maestros, professores de música, enfim, todos que exercem a profissão de músico em suas várias modalidades, passaram a ter uma entidade que os credencie, e lhes dê suporte ao seu exercício profissional. Estas são as principais atribuições da Ordem dos Músicos do Brasil, que através de seu Conselho Regional de Minas Gerais , oferece as condições para que os músicos profissionais tenham seus direitos e condições de trabalho asseguradas, para que possam com dignidade mostrar sua arte.